Ataque mata mais um membro de missão da ONU e da UA em Darfur

Cartum, 16 jul (EFE).- Um membro da missão conjunta da ONU e da União Africana (UA) na região sudanesa de Darfur (Unamid) morreu hoje em um ataque.

EFE |

Em um comunicado, a Unamid, que não revelou a nacionalidade do morto, não deu mais detalhes do ocorrido.

Na semana passada, outros sete membros da missão conjunta morreram no norte de Darfur, em uma emboscada na qual outros 22 soldados ficaram feridos.

Nesta quarta, a ONU também deu continuidade à evacuação de seu pessoal não essencial no Sudão, depois que ontem, preventivamente, anunciou a "suspensão por tempo indeterminado" de suas atividades, com medo de que as acusações do Tribunal Penal Internacional contra o presidente sudanês, Omar Hassan Ahmad al-Bashir, detone um novo surto de violência.

Segundo o escritório da ONU em Cartum, mais de 2.500 empregados não essenciais e seus familiares serão transferidos para Adis-Abeba (Etiópia), Cairo, Entebbe (Uganda) e Juba, capital do sul do Sudão.

Por sua vez, o Parlamento sudanês aprovou hoje, por unanimidade, uma resolução na qual rejeita a decisão do promotor chefe do Tribunal Penal Internacional (TPI), Luis Moreno Ocampo, que decretou a prisão de Bashir e outros funcionários de seu Governo por genocídio e crimes de guerra e lesa-humanidade. EFE az/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG