Bagdá, 9 mar (EFE).- Mais dois membros dos chamados Conselhos de Salvação, a milícia sunita que ajuda o Governo a combater os rebeldes, morreram hoje atingidos por tiros de um grupo de homens armados que atacou o posto de controle no qual se encontravam, num bairro da zona oeste de Bagdá.

Segundo fontes da Polícia, os autores dos disparos usavam armas automáticas.

Em outro episódio de violência na capital iraquiana, três pessoas, entre elas um soldado, morreram num confronto entre rebeldes e militares ajudados por milicianos dos Conselhos de Salvação.

Na localidade de Dor, ao sul de Tikrit, capital da província de Salah ad-Din, três policiais ficaram feridos na explosão de uma granada jogada contra o carro em que estavam. EFE am/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.