Ataque em zona tribal mata ao menos 8 no Paquistão

(aumenta número de vítimas e acrescenta detalhes). Islamabad, 19 abr (EFE).- Pelo menos oito pessoas morreram hoje num novo ataque com mísseis supostamente lançados por aviões americanos não tripulados contra a zona tribal paquistanesa que faz fronteira com o Afeganistão.

EFE |

Segundo a emissora "Geo TV", que cita uma fonte não identificada, o ataque aconteceu na demarcação tribal do Waziristão do Sul, reduto do líder dos talibãs paquistaneses, Baitula Mehsud.

Ainda de acordo com o canal, dois dos mísseis lançados atingiram uma casa do município de Gangikhel.

Por outro lado, uma fonte oficial ouvida pela "Dawn TV" disse que os projéteis atingiram um campo de treinamento rebelde.

Embora oficialmente o Governo pasquistanês seja contra estas ações aéreas, fontes militares e do serviço secreto entrevistadas pela Agência Efe disseram que ambos os países compartilham informações sobre os alvos destes ataques.

Em 8 de abril, outras quatro pessoas perderam a vida numa ação similar também no Waziristão do Sul.

Desde setembro de 2008, quando Asif Ali Zardari assumiu a Presidência, foram registrados cerca de 40 ataques de aviões espiões nas áreas tribais do Paquistão, consideradas redutos da insurgência talibã e da rede Al Qaeda. EFE igb/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG