Ataque em hospital mata pelo menos 8 pessoas no Paquistão

Islamabad - Pelo menos oito pessoas morreram e 35 ficaram feridas pela explosão de uma bomba no interior de um hospital da cidade paquistanesa de Quetta nesta sexta-feira, informou à agência Efe uma fonte policial.

EFE |

O ataque aconteceu às 10h15 locais (2h15 em Brasília) na unidade de emergências do Hospital Civil da capital da província sudoeste de Baluchistão, para onde tinha sido levado o cadáver do diretor de um banco assassinado pouco antes por homens não identificados.

Entre as vítimas há alguns jornalistas, segundo versões de vários veículos de comunicação paquistaneses.

A Polícia não conseguiu determinar ainda a natureza do ataque, mas há versões que apontam que poderia ter sido realizado por um suicida que também teria realizado alguns disparos.

Os fatos violentos são frequentes em Baluchistão, onde há décadas operam vários grupos armados nacionalistas que lutam por mais autonomia para a província ou sua independência do Paquistão.

Os militantes destas organizações costumam realizar ataques contra as forças de segurança ou assassinatos seletivos de trabalhadores de outras etnias distintas à baluchi.

As organizações defensoras dos direitos humanos denunciaram que centenas de ativistas políticos baluchis desapareceram na província, supostamente em ações dos serviços secretos e outras agências de segurança do Paquistão.

    Leia tudo sobre: ataqueexplosãopaquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG