Ataque dos EUA deixa 13 mortos no Paquistão

ISLAMABAD - Dois mísseis aparentemente lançados por um avião não-tripulado dos EUA deixou pelo menos 13 supostos terrorista mortos nesta quarta-feira na região tribal paquistanesa do Waziristão do Norte, informaram fontes de inteligência do país.

iG São Paulo |

Segundo o canal "Express 24/7", os ataques foram registrados perto do município de Miranshah, capital da região tribal, que fica na fronteira com o Afeganistão.

A rede "Geo TV", que cita fontes não identificadas, informou que sete morreram depois que dois mísseis que teriam sido lançados por um avião espião dos EUA atingiram uma casa na área de Datta Khel.

De acordo com essa versão, quando os moradores da área se aproximaram para retirar os cadáveres que permaneciam sob os escombros da casa, um segundo ataque causou a morte de outras seis pessoas.

No último dia 3, cinco pessoas - entre elas três de origem árabe - morreram em uma ação semelhante na mesma região, onde buscam refúgio membros da rede terrorista Al-Qaeda e insurgentes comandados pelo líder taliban Hafiz Gül Bahadur, que concentra seus esforços na luta contra as forças estrangeiras mobilizadas no Afeganistão.

O governo paquistanês não reconhece oficialmente a colaboração com Washington nesse tipo de ataque. Houve mais de 40 no ano passado.

*Com informações da EFE

Leia mais sobre Paquistão

    Leia tudo sobre: ataquepaquistãoterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG