Ataque do Exército paquistanês mata 23 fundamentalistas no vale do Swat

Islamabad, 28 ago (EFE) - Pelo menos 23 fundamentalistas morreram hoje quando helicópteros militares paquistaneses atacaram refúgios dos fundamentalistas no vale do Swat (norte), onde o Exército está realizando uma operação.

EFE |

Segundo uma fonte militar citada pelo canal privado "Dawn", que não informou de baixas entre as fileiras do Exército, os ataques ocorreram na região de Khuzabadi.

O Exército lançou uma ofensiva na região em 23 de agosto, depois que dois atentados contra postos policiais mataram 15 pessoas.

As tropas também estão realizando uma operação na demarcação tribal de Bajaur, onde, segundo cálculos do Governo, 550 insurgentes morreram, embora o porta-voz militar paquistanês, Athar Abbas, tenha dito recentemente à Agência Efe que, até ao momento, 300 rebeldes foram mortos.

A fonte citada pela "Dawn" também assegurou que as forças de segurança detiveram quatro supostos talibãs na região tribal de Darra Adam Khel, perto da fronteira com o Afeganistão.

O Executivo paquistanês suspendeu as negociações com os líderes insurgentes das regiões tribais e o movimento que reúne os talibãs do país ameaçou cometer mais atentados se o Exército não suspender suas ofensivas. EFE igb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG