Ataque deixa pelo menos 30 mortos no Paquistão

ISLAMABAD - Um ataque suicida deixou pelo menos 30 mortos e 63 feridos nesta segunda-feira em uma procissão de muçulmanos xiitas em Karachi, no sul do Paquistão, informou o inspetor-geral da polícia da província de Sindh, segundo a rede de televisão Dawn.

iG São Paulo |

AP
Com raiva pelo ataque, manifestantes atearam fogo a mercado

Com raiva pelo ataque, manifestantes atearam fogo a mercado

A explosão ocorreu na parte da frente da procissão que celebrava a festividade da ashura, a mais sagrada da comunidade islâmica xiita - corrente do Islã minoritária no Paquistão.

As forças de segurança paquistanesas se encontram em estado de alerta por medo de atos violentos durante a celebração da ashura, que recorda a morte do imã Hussein, no ano 680.

A explosão causou um início de incêndio e uma nuvem de fumaça em uma das principais avenidas de Karachi, a capital financeira do país, assim como um movimento de pânico entre a multidão.

Pouco depois do atentado, houve correria e fiéis xiitas atearam fogo em 15 veículos e apedrejaram a polícia. 
AP

Fumaça sobe após ataque a procissão



Ao final de alguns minutos chegaram ao local várias ambulâncias que transportaram os feridos para os hospitais.

A minoria xiita representa 20% da população paquistanesa, integrada por 170 milhões de pessoas, em sua imensa maioria de confissão sunita.
AP

Carro incendiado em local próximo ao atentado



Com informações de AFP e EFE

    Leia tudo sobre: afeganistãoatentadopaquistãoterrorismo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG