Ataque deixa pelo menos 28 mortos em centro policial de Bagdá

Um ataque a bomba em Bagdá deixou pelo menos 28 mortos e mais de 50 feridos neste domingo em um centro de recrutamento de policiais. O ataque é um dos maiores dos últimos meses na capital iraquiana e atingiu a maior academia de polícia da cidade. Entre os mortos estão vários policiais e muitos civis.

BBC Brasil |

Segundo relatos iniciais, um homem-bomba dirigiu uma motocicleta no meio de uma multidão que estava do lado de fora do local e detonou os explosivos.

O prédio já havia sido alvo de ataques suicidas. Em 2005, duas mulheres-bomba atacaram o centro de recrutamento, matando 40 pessoas.

As academias policiais têm sido alvo frequente dos atentados nos últimos anos. O governo expandiu as forças policiais e militares do país numa tentativa do primeiro-ministro, Nouri Maliki, de garantir que as forças locais possam fornecer segurança nacional.

O presidente americano, Barack Obama, afirmou recentemente que a "missão de combate" no Iraque será encerrada até agosto de 2010. Segundo ele, mais da metade das tropas americanas devem deixar o território iraquiano até esta data.

A violência no Iraque diminuiu de maneira significativa desde 2007, mas os ataques ainda fazem parte do cotidiano para muitos iraquianos.

Na última quinta-feira, um carro explodiu em um mercado movimentado na província de Babel, ao sul de Bagdá, deixando 10 pessoas mortas.


Leia mais sobre Iraque

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG