Ataque deixa 255 rebeldes e 77 soldados mortos no Sudão

Cartum, 12 mai (EFE).- Um ataque realizado há dois dias por militantes do Movimento para a Justiça e a Igualdade (MJI) em Cartum deixou pelo menos 255 rebeldes e 77 soldados das forças de segurança mortos, anunciaram hoje fontes oficiais sudanesas.

EFE |

Segundo as fontes do Ministério do Interior do Sudão, cerca de 340 insurgentes foram capturados pelo Exército e pelas forças de segurança durante a ofensiva realizada pelos rebeldes de Darfur, região no oeste do Sudão.

Mesmo assim, as fontes admitiram que ainda há um grande número de milicianos foragidos, entre eles o dirigente do MJI, Khalil Ibrahim, o que faz com que ainda continue a campanha de prisões.

Segundo as emissoras árabes, Ibrahim ameaçou hoje lançar mais ataques contra a capital sudanesa.

A ofensiva da última sexta contra a cidade de Omdurman, separada de Cartum pelo rio Nilo, foi um dos maiores ataques rebeldes contra a capital sudanesa nos últimos anos e reflete a fragilidade da situação de um país envolto em conflitos.

Após o ataque, o presidente sudanês, Omar Hassan Ahmad al-Bashir, anunciou a ruptura das relações diplomáticas com o Chade, país ao qual responsabiliza pela ofensiva. EFE az/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG