Ataque deixa 14 brasileiros feridos no Suriname--ministério

PARAMARIBO/SÃO PAULO (Reuters) - Um ataque à comunidade brasileira no dia de Natal em Albina, cidade do Suriname na fronteira com a Guiana Francesa, deixou cerca de 14 feridos, segundo o Ministério das Relações Exteriores do Brasil. De acordo com a assessoria de imprensa do ministério, cerca de 80 brasileiros foram levados para a capital Paramaribo, entre eles os feridos. O embaixador brasileiro está em contato com o governo do Suriname sobre o caso, segundo a assessoria.

Reuters |

O tumulto foi provocado pela morte na quinta-feira de um residente esfaqueado por um suspeito brasileiro, agora em custódia, disse o ministro surinamês da Justiça e da Polícia, Chandrikapersad Santokhi.

Ele afirmou em entrevista à imprensa que entre 100 e 500 pessoas saquearam um shopping center e outras lojas. Eles também tomaram o cofre de um vendedor de ouro.

Albina, uma cidade com cerca de 5 mil moradores, é o principal ponto de cruzamento para a Guiana Francesa.

Bombeiros de Saint Laurent du Marini, a cidade no lado francês, ajudaram a extinguir os incêndios.

Existem tensões em Albina entre exploradores de ouro brasileiros e surinameses, incluindo ameríndios, que enfrentam uma alta taxa de desemprego.

Ex-colônia holandesa que conquistou a independência em 1975, o Suriname tem uma população de cerca de 500 mil pessoas.

(Por Ank Kuipers em Paramaribo e Camila Moreira em São Paulo)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG