Ataque de soldados contra manifestantes em Bangcoc deixa 68 feridos

Bangcoc, 13 abr (EFE).- Pelo menos 68 pessoas ficaram feridas quando tropas tailandesas atacaram na madrugada desta segunda-feira (hora local) os manifestantes antigovernamentais que bloqueavam uma esquina da capital, onde rege o estado de exceção.

EFE |

Cerca de 400 soldados usaram gás lacrimogêneo e fizeram disparos para o ar para dispersar milhares de ativistas, que responderam também com tiros e tentaram jogar um carro em chamas contra os militares, informaram os serviços de emergência.

As tropas ainda não começaram a despejar os manifestantes concentrados diante de prédios oficiais e estão formando uma rede humana ao redor do palácio governamental para que as forças de segurança não possam abortar a manifestação que devem realizar esta tarde.

Ontem à noite, o Governo tailandês tirou suas tropas às ruas de Bangcoc para fazer cumprir a medida de emergência decretada um dia depois que os protestos obrigaram a cancelar uma cúpula de líderes asiáticos em Pattaya, no sul da Tailândia.

O estado de exceção está em vigor na capital e cinco províncias dos arredores.

Nas últimas horas, unidades das Forças Armadas foram desdobradas por toda a área metropolitana e partes da periferia, e fechou todos os acessos que levam ao Palácio Real. EFE grc/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG