Ataque de rebeldes deixa 19 mortos no sudeste do Peru

Pelo menos 12 soldados e sete civis foram mortos em uma emboscada organizada por rebeldes contra um comboio militar no sudeste do Peru, segundo informações do Ministério da Defesa. Os militares peruanos dizem acreditar que os rebeldes sejam do grupo Sendero Luminoso, que realizou uma série de ataques no Peru durante as décadas de 80 e 90.

BBC Brasil |

Mas, nos últimos anos, não ocorreram grandes confrontos com o grupo.

"O número de mortos no ataque, até onde sabemos, aumentou para sete civis mortos e diversos feridos, incluindo algumas mulheres e crianças; 12 integrantes da patrulha militar estão mortos, outros ficaram feridos", diz um comunicado das Forças Armadas Peruanas.

A emboscada ocorreu na noite de quinta-feira e atingiu um comboio de quatro caminhões do Exército que levavam soldados e civis, perto do vale do rio Ene-Apurimac, uma região onde recentemente aumentaram os combates entre militares e grupos armados, descritos pelas autoridades como "narcoterroristas".

Analistas afirmam que o Sendero Luminoso tem, atualmente, apenas uma parte do tamanho que tinha em décadas passadas, mas ainda controla as áreas mais remotas, produtoras de coca, nas selvas da região central do Peru, além de estar envolvido com o tráfico de drogas.

O Exército teria lançado nas últimas semanas uma operação para retirar da região cerca de 300 rebeldes do Sendero Luminoso que trabalham no tráfico de cocaína.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG