Ataque de Israel mata chefe da Jihad Islâmica em Gaza

Um importante chefe do braço armado da Jihad Islâmica morreu nesta quarta-feira em um ataque da aviação israelense contra Gaza, que deixou ainda um ferido grave, revelou o próprio movimento radical islâmico.

AFP |

"Khaled Kharb Khalad Shaalan, alto dirigente das Brigadas Al Qods (braço armado) da Jihad Islâmica, morreu após ser ferido" em um ataque israelense, revela um comunicado.

Hamzia al-Najah, braço direito de Khalad Shaalan, ficou ferido gravemente, destaca a nota.

Uma fonte médica palestina informou que outros cinco palestinos foram feridos no ataque.

O alvo foi um veículo que circulava na zona do campo de refugiados de Jabaliya, nos arredores da cidade de Gaza, no qual viajavam membros das Brigadas Al Qods, disse à AFP um porta-voz do movimento radical, prometendo vingança.

Um porta-voz do Exército hebreu confirmou que o ataque tinha como alvo Khaled Kharb Khalad Shaalan, que "foi morto".

Segundo a TV israelense, o alvo era autor de vários disparos de foguetes contra Israel a partir do norte da Faixa de Gaza.

Os tiros de foguetes do território palestino contra o Estado hebreu têm prosseguido, apesar da trégua em vigor desde 18 de janeiro, após a ofensiva militar israelense contra a Faixa de Gaza que matou mais de 1.300 palestinos em três semanas.

A operação israelense teve por objetivo declarado acabar com os tiros de foguetes e morteiros da Faixa de Gaza contra o Estado hebreu, mas desde o final da operação mais de 120 disparos atingiram o território de Israel.

sa/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG