Ataque de Israel em Gaza deixa quase 200 mortos

Pelo menos 195 palestinos morreram neste sábado nos bombardeios aéreos israelenses sobre a Faixa de Gaza, afirmou o chefe dos serviços de emergência deste território sob controle do grupo radical Hamas, enquanto Israel afirmou que a operação prosseguirá pelo tempo que for necessário.

AFP |

"O número de vítimas chegou 195 mortos e mais de 300 feridos, sendo 120 deles em estado grave", declarou à AFP o médico Mouawiya Hassanein.

O aumento do balanço foi provocado por novos ataques aéreos israelenses e pela retirada dos escombros de mais corpos.

O ministro israelense da Defesa, Ehud Barak, advertiu que a ação contra o Hamas na Faixa de Gaza prosseguirá pelo tempo que for necessário.

"A operação seguirá e se intensificará quando for necessário", declarou Barak em uma entrevista coletiva.

"A batalha será difícil e longa. Porém, não chegou o momento de atuar e de combater", acrescentou o ministro da Defesa.

"Nós não nos entusiasmamos com a idéia de um confronto, mas estamos preparados para isto. Há meses que estamos preparados para atacar duramente o Hamas para que acabe com seus ataques contra civis israelenses", disse o ministro.

"Isto não será fácil e vai levar tempo. A guerra contra o terrorismo leva tempo", concluiu.

sa-ezz/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG