Ataque de helicóptero dos EUA deixa 6 mortos no Iraque

Um helicóptero norte-americano disparou hoje um míssil contra homens armados que atacavam forças em terra no bairro de Cidade Sadr, em Bagdá, informou o comando militar dos Estados Unidos. Pelo menos seis pessoas morreram na ação.

Agência Estado |

Todos os mortos foram qualificados pelos americanos como supostos rebeldes. Já a polícia iraquiana e testemunhas disseram que pelo menos três dos mortos eram civis.

Forças da coalizão liderada pelos Estados Unidos solicitaram o ataque aéreo, após homens armados atingirem um tanque e atirarem um pneu em chamas na direção das tropas. A informação foi divulgada pelo major Mark Cheadle, porta-voz dos EUA em Bagdá.

Porém, segundo a polícia iraquiana, três homens desarmados morreram e seis pessoas ficaram feridas, incluindo duas crianças. Cheadle negou essas informações. A Cidade Sadr é um bairro na capital iraquiana, bastião do clérigo xiita Muqtada al-Sadr.

Também hoje o primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, afirmou que a ofensiva mantida há uma semana na cidade de Basra, sul do país, é um "sucesso". Apesar disso, ainda há violentos confrontos na área entre membros de milícia e forças iraquianas e da coalizão. Maliki fez a afirmação em um comunicado. No texto, não havia nenhuma data para o fim da operação.

Os confrontos na capital e em cidades do sul ajudaram a fazer de março o mês com mais mortes de iraquianos desde o último verão boreal, segundo levantamento da Associated Press . Pelo menos 1.247 iraquianos, incluindo civis e funcionários de segurança, morreram até ontem. O número é baseado em informações da polícia iraquiana e das forças norte-americanas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG