Manila, 2 jun (EFE).- Um soldados morreu e outro ficou ferido em um ataque cometido no sul das Filipinas por membros da guerrilha comunista do Novo Exército do Povo (NEP), informaram hoje fontes militares.

"Dois soldados ficaram feridos, mas um deles morreu antes de chegar ao hospital. Não sabemos se há baixas entre os inimigos, mas há forças rastreando a fuga dos agressores", informou uma porta-voz do Exército, a capitão Rose Maria Cristina Manuel.

O ataque foi cometido no domingo na cidade de Davao e do ato participaram milícias locais armadas pelo Governo para se proteger dos ataques dos rebeldes.

Dois dias antes, dois soldados e um civil morreram em confrontos com a guerrilha no centro do país e o ataque do domingo ocorreu uma semana depois que os militares filipinos anunciaram que o NEP tinha perdido considerável capacidade de ação no arquipélago.

A guerrilha comunista mais antiga da Ásia conta com entre 5.700 e 7.200 combatentes e acaba de realizar os 40 anos da revolta em armas contra as forças governamentais. EFE mgs/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.