Ataque de avião espião americano mata 8 pessoas no Paquistão

A região é conhecida por abrigar facções talibans paquistanesas e afegãs

EFE |

Pelo menos oito supostos insurgentes morreram neste sábado em um novo ataque de um avião espião dos Estados Unidos na região tribal paquistanesa do Waziristão do Sul, informou a emissora televisiva "Dunya".

Um avião não-tripulado americano lançou três mísseis contra um refúgio insurgente na zona de Wana, perto da fronteira com o Afeganistão, e matou oito pessoas, segundo fontes não identificadas citadas pela emissora.

Este tipo de ataque é mais frequente no Waziristão do Norte, bastião de redes jihadistas e facções talibans paquistanesas e afegãs. Embora no Waziristão do Sul também haja presença insurgente, os EUA pressionam há quase um ano para que o Paquistão produza uma operação antitalibã no Waziristão do Norte.

Após a visita, há uma semana, da secretária de Estado americana, Hillary Clinton, a imprensa paquistanesa especulou o iminente início de uma ofensiva nesta região.

Responsáveis militares e do Governo negaram durante os últimos dias que tenham decidido lançar a operação, que os EUA consideram fundamental para a segurança de suas tropas desdobradas no Afeganistão.

    Leia tudo sobre: PAQUISTÃOCONFLITO

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG