Ataque das Farc a posto policial deixa 9 mortos na Colômbia

Morreram cinco guerrilheiros, três militares e um civil no confronto

EFE |

Bogotá.- Terminou com o saldo de cinco guerrilheiros, três militares e um civil mortos nesta sexta-feira a tentativa das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) de atacar um posto da Polícia na cidade colombiana de San Vicente del Caguán, no departamento de Caquetá, informou a imprensa local.

Segundo a emissora de rádio "Caracol", que cita o comandante da 6ª Brigada do Exército colombiano, general Juan Carlos Salazar, vários grupos das Farc tentaram atacar o posto policial do município, tradicionalmente sob a forte influência dos rebeldes. O objetivo das Farc seria tomar o posto policial, mas houve um enfrentamento entre um desses grupos - dividido em duas caminhonetes - e soldados da 6ª divisão do Exército.

No combate, cinco guerrilheiros foram abatidos. Também morreram dois soldados e um suboficial, assim como uma menor de idade. Os guerrilheiros usaram granadas e fuzil durante o combate, mas os soldados reagiram rapidamente e controlaram a situação. Reforços do Exército e da Polícia foram enviados ao local, além de aeronaves da Força Aérea Colombiana (FAC), que sobrevoaram a zona.

O Hospital San Rafael, em San Vicente del Caguán, ativou planos de emergência para atender a situação, já que não se descarta que haja feridos. Segundo a imprensa local, outros quatro militares e um civil teriam ficado feridos após a ação.

    Leia tudo sobre: FarcColombia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG