Cabul, 9 set (EFE).- Pelo menos 15 supostos talibãs morreram em um bombardeio das tropas da Otan na província afegã de Uruzgan (sul), informou hoje à Agência Efe uma fonte policial.

A Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sob comando da Otan, perpetrou ontem um ataque aéreo na aldeia de Sozak, no distrito de Tarin Kot, informou o chefe de Polícia adjunto da região, Mohamad Nabi Khan.

Um grupo de supostos insurgentes realizava uma reunião em um jardim da aldeia quando foi cercado pela Polícia afegã, e em seguida a Isaf bombardeou a região, matando 15 insurgentes, disse Khan.

A fonte especificou que não foram registradas vítimas civis nem de agentes afegãos.

A ONG Human Rights Watch (HRW) denunciou ontem em um relatório o "excessivo uso de ataques aéreos" no Afeganistão, e pediu que as tropas internacionais melhorem sua posição em relação aos "alvos" para não mata civis. EFE lo/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.