Ataque da guerrilha maoísta mata 4 na Índia

Nova Délhi, 28 ago (EFE).- Pelo menos quatro pessoas, entre elas uma menina, foram mortas por supostos membros da guerrilha maoísta na região de Jharkhand, no norte da China, informou hoje uma fonte policial.

EFE |

O superintendente da Polícia local, Anup T. Matthew, citado pela imprensa indiana, explicou que um grupo de cerca de 20 guerrilheiros armados atacou uma casa nesta quinta à noite no município de Bundu, a cerca de 45 quilômetros da capital regional, Ranchi.

De acordo a versão policial, dois estudantes, uma mulher e uma criança morreram depois que os guerrilheiros lançaram uma bomba e, em seguida, abriram fogo contra a casa em que estavam as vítimas.

A guerrilha maoísta, conhecida na Índia como naxalita, está ativa em 18 dos 24 distritos da região, uma das mais pobres do país.

Os naxalitas lutam por uma revolução agrária de cunho comunista e controlam várias zonas do centro e do leste indiano, onde possuem campos de treinamento e buscam apoio do campesinato. EFE mb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG