Ataque da guerrilha deixa 6 mortos em povoado da Colômbia

Um ataque guerrilheiro com armas de fogo seguido de uma explosão deixou seis mortos e pelo menos 10 feridos nesta quinta-feira no povoado de Convención, departamento colombiano de Norte de Santander (na fronteira com a Venezuela), informaram autoridades locais.

AFP |

"O registro do ataque é de três policiais e três civis mortos. Temos pelo menos outros 10 feridos", disse Leonardo Angarita, funcionário da Prefeitura de Convención, 650 km a nordeste de Bogotá.

"O que sabemos é que a guerrilha matou duas pessoas e, quando a Polícia chegou ao local, ocorreu uma explosão, que matou, além dos policiais, os curiosos. Não sabemos se foi um carro-bomba ou uma granada", disse Angarita, que não especificou qual grupo guerrilheiro efetuou o ataque. Na região atuam os grupos Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e Exército Nacional de Libertação (ELN).

O promotor local Adrian Pesiti disse que o ataque não foi com um carro-bomba, e sim com um artefato explosivo de outro tipo.

Trata-se do quarto ataque com explosivos atribuído à guerrilha colombiana desde 28 de janeiro, quando um atentado contra uma locadora de vídeo norte-americana Blockbuster no norte de Bogotá deixou dois mortos e três pessoas levemente feridas.

O mais forte dos atentados ocorreu no dia 2 de fevereiro em Cali, 500 km a sudoeste de Bogotá, com um carro-bomba lançado contra a sede da Polícia que deixou 2 mortos e trinta feridos.

Esses três ataques foram atribuídos pelo governo às Farc (principal grupo guerrilheiro colombiano, 7.000 combatentes), que segundo as autoridades teria dado a ordem a seus homens para intensificar os ataques com explosivos nas cidades.

hov/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG