Ataque da coalizão internacional mata 11 soldados paquistaneses

Pelo menos 11 soldados paquistaneses morreram nesta quarta-feira nas zonas tribais do noroeste do Paquistão em um ataque executado pela coalizão internacional coordenada pelos Estados Unidos no Afeganistão, dias depois de Washington criticar Islamabad pela expansão da Al-Qaeda na região.

AFP |

A Força Internacional dirigida pelos Estados Unidos no Afeganistão reconheceu em um comunicado que realizou ataques no norte do Paquistão, mas assegurou que tinha como alvo os talibãs, garantindo que informara o Exército paquistanês antes de realizar o ataque.

O Paquistão protestou energicamente. Este é o incidente mais grave desde que Islamabad se uniu aos Estados Unidos na "guerra contra o terrorismo" no final de 2001.

Um comunicado da coalizão afirma que atacou elementos "anti-afegãos" na província de Kunar (leste) e que respondeu com sua artilharia.

A Força Internacional afirma ainda que outros elementos desse tipo atacaram posteriormente um posto de controle militar em território paquistanês, segundo o comunicado.

Um avião não-tripulado da coalizão "identificou" os combatentes inimigos e a força multinacional "em posição de legítima defesa" disparou com sua artilharia "até que a ameaça foi eliminada".

O ataque ocorreu após vários confrontos entre tropas paramilitares paquistanesas mobilizadas na região tribal de Mohmad e forças afegãs que tentavam instalar um posto de controle em território paquistanês, segundo altos responsáveis da segurança do Paquistão que pediram para não serem identificados.

A região tribal de Mohmad é um dos principais redutos dos talibãs paquistaneses e dos combatentes da Al-Qaeda.

"Um pouco depois da meia-noite, um míssil disparado do Afeganistão alcançou nossa posição e matou pelo menos 11 soldados, entre eles um oficial. Nove soldados ficaram feridos", afirmou uma das fontes.

Os combates na fronteira do Paquistão com o Afeganistão são relativamente freqüentes desde o fim de 2001, quando as forças internacionais lideradas pelos Estados Unidos expulsaram os talibãs do poder em Cabul.

Leia mais sobre: Paquistão

    Leia tudo sobre: paquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG