Nova Délhi, 2 nov (EFE).- Pelo menos seis policiais ficaram feridos hoje no estado de Bengala, no leste da Índia, na explosão de uma mina durante a passagem de um comboio no qual viajavam o governador Buddhadeb Bhattacharjee e o ministro do Aço indiano, Ram Vilas Paswan.

Citado pela agência "Ians", o inspetor-geral da Polícia de Bengala, Kuldeep Singh, explicou que três dos feridos estão em estado crítico.

O ataque aconteceu perto da cidade de Bhadutala, no distrito de Midnapore Ocidental, quando Bhattacharjee e Paswan retornavam de um ato público.

Segundo as testemunhas, a explosão ocorreu pouco depois da passagem do comboio e atingiu o último veículo da comitiva.

Os feridos foram transferidos para hospitais e a área foi isolada pelas forças de segurança.

No dia 22 de outubro, três civis morreram na explosão de uma bomba supostamente colocada pela guerrilha maoísta nesse mesmo distrito.

A guerrilha maoísta luta há mais de duas décadas com o objetivo de proclamar um Estado comunista independente no leste e no sul da Índia. EFE mb/wr/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.