Ataque contra escola da ONU em Gaza deixa 43 mortos

Quarenta e três pessoas morreram e mais de cem ficaram feridas nesta terça-feira em um ataque israelense no perímetro de uma escola administrada pela ONU no norte da Faixa de Gaza, segundo um novo balanço palestino.

AFP |

A ONU, por sua vez, mencionou em comunicado 30 mortos e 55 feridos.

O Exército de Israel bombardeou a escola de Al-Fakhura, em Jabaliya, na qual tinham se refugiado centenas de palestinos assustados pelos combates na Faixa de Gaza, informaram testemunhas.

Dezenas deles estavam diante da escola no momento do ataque.

"Contamos 30 mortos e pelo menos 40 feridos no ataque cometido perto da escola de Al-Fakhura", disse à AFP o diretor do hospital, Kamal Edwan.

As outras vítimas foram transportadas para o hospital Al-Awdah, no norte da Faixa de Gaza, destacaram as fontes médicas.

Israel afirmou que suas forças responderam a tiros de morteiro procedentes da escola da ONU.

"Segundo as primeiras informações que temos, houve tiros hostis contra uma de nossas unidades desde o edifício da ONU. Nossa unidade apenas revidou", afirmou à AFP o porta-voz do governo israelense, Mark Regev.

my/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG