Ataque contra atletas do Sri Lanka mata 7 policiais no Paquistão

Islamabad - Pelo menos sete policiais morreram e várias pessoas ficaram feridas em um ataque feito por homens armados contra um time de críquete do Sri Lanka no centro da cidade de Lahore, no leste do Paquistão, segundo fontes das equipes de resgate.

EFE |

A imprensa paquistanesa assegura que o alvo do ataque, durante o qual também ocorreram duas explosões, era a delegação da equipe de críquete do país, que se encontrava na cidade para disputar uma partida.

Segundo fontes do Ministério dos Esportes paquistanês citadas pelos canais privados "Express TV" e "Dawn", seis jogadores do Sri Lanka ficaram feridos, enquanto o resto da equipe foi levada a um estádio próximo.

AFP

Policial vigia área próxima ao atentado que matou sete colegas

As televisões locais divulgaram imagens em que apareciam pelo menos quatro jovens, que seriam os autores do ataque, com grandes mochilas e armas.

Uma fonte policial assegurou à "Express" que havia 12 terroristas no local armados com lança-foguetes, granadas de mão e armas automáticas.

O governador da província do Punjab, onde fica Lahore, Salman Taseer, assegurou à imprensa que as autoridades matarão ou prenderão os terroristas em breve.

"Trata-se de um ataque muito bem preparado. Os terroristas estavam treinados", comentou.

A polícia já isolou a região do ataque, enquanto os feridos foram levados a um hospital próximo.

O Sri Lanka tinha aceitado recentemente ir ao Paquistão para disputar uma série de partidas de críquete, em substituição da equipe indiana, que cancelou sua viagem após os atentados de Mumbai (ex-Bombaim).

Leia mais sobre: atentados

    Leia tudo sobre: sri lanka

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG