Ataque com mísseis mata 6 e fere 7 no Paquistão

Islamabad, 17 set (EFE).- Pelo menos seis pessoas morreram hoje e outras sete ficaram feridas em um ataque com mísseis no cinturão tribal paquistanês, informou a rede privada Dawn, que o atribuiu a forças americanas desdobradas no Afeganistão.

EFE |

A ação, que aconteceu perto da demarcação tribal do Waziristão do Sul, foi registrado horas depois da visita a Islamabad do chefe do Estado-Maior Conjunto americano, o almirante Mike Mullen, que hoje assegurou às autoridades do país que os "Estados Unidos estão comprometidos em respeitar a soberania do Paquistão".

Segundo fontes oficiais e aldeões citados pela agência "Dawn", pelo menos quatro mísseis lançados por aviões não tripulados impactaram contra uma casa na zona de Baghar Cheena.

De acordo com esta versão, entre os mortos havia estrangeiros.

O porta-voz militar Murad Khan informou a Agência Efe que sabe do "incidente", mas assegurou não dispor ainda de detalhes.

"Se comprovarmos que é certo, abriremos uma investigação", explicou.

A visita do almirante Mullen tinha o objetivo de apaziguar os ânimos no Paquistão.

O almirante, citado pela site do Pentágono, disse que seu objetivo era "trabalhar de perto com os militares paquistaneses para melhorar a coordenação e eficácia das operações contra os refúgios dos extremistas" na fronteira entre Paquistão e Afeganistão.

Leia mais sobre Paquistão

    Leia tudo sobre: paquistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG