Ataque com mísseis dos EUA mata cinco a sete pessoas no Waziristão

Islamabad, 8 set (EFE).- Entre cinco e sete pessoas morreram em um ataque com mísseis supostamente lançado por um avião não tripulado dos Estados Unidos contra um complexo insurgente nas áreas tribais do noroeste do Paquistão, informaram hoje diferentes meios de comunicação paquistanesas.

EFE |

Segundo testemunhas citadas pela cadeia Dawn Tv, o ataque aconteceu na noite de segunda-feira na área de Machikhel, pertencente a Waziristão do Norte, um distrito situado na fronteira com o Afeganistão e considerado um bastião da insurgência talibã paquistanês.

Os mísseis, segundo Dawn, causaram a morte de cinco pessoas e ferimentos a outras cinco, destruíram pelo menos uma residência e causaram danos à uma escola corânica.

Mas o jornal paquistanês "The News", que cita fontes de inteligência e testemunhas, elevou o número de falecidos a sete e afirmou que dois deles eram "estrangeiros", em alusão aos militantes da rede terrorista Al Qaeda que buscam refúgio nas instáveis áreas tribais do país.

De acordo com esta versão, cinco das vítimas se encontravam no interior de um veículo quando aconteceu a ação militar.

Os aviões espiões americanos realizam com frequência ataques nas áreas tribais paquistaneses, sobretudo nas demarcações do Waziristão do Sul e Waziristão do Norte.

O Paquistão rejeita em público estas ações, mas fontes paquistanesas e dos EUA confirmaram a Efe que existe um consentimento tácito e que os serviços de inteligência de ambos países compartilham informação sobre os alvos. EFE igb/fk

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG