Ataque com mísseis deixa onze mortos em zona tribal paquistanesa

Três mísseis lançados por aviões sem piloto, provavelmente norte-americanos, deixaram onze mortos na manhã desta quinta-feira ao atingirem uma escola corânica de uma zona tribal do Paquistão próxima ao Afeganistão, anunciaram autoridades paquistanesas de segurança.

AFP |

Dois aviões não pilotados lançaram três mísseis contra uma madrassa situada na localidade de Dandi Darpakhel, próxima a Miranshah, principal cidade do distrito tribal do Waziristão do Norte, indicaram testemunhas e autoridades locais.

"Dois aviões-espiões dispararam três mísseis contra a madrassa do mulá Mansur. Onze pessoas morreram no ataque com mísseis", disse um autoridade de segurança à AFP.

"Os moradores procuram por mais corpos entre os escombros", acrescentou.

Segundo testemunhas, todas as vítimas eram membros de tribos locais.

Algumas horas antes, o Parlamento paquistanês reunido a portas fechadas havia adotado uma moção que pedia ao Governo uma atuação eficaz frente às "incursões" norte-americanas.

Vários ataques atribuídos às forças norte-americanas mobilizadas no Afeganistão atingiram nas últimas semanas as zonas tribais paquistanesas, que se estendem ao longo da fronteira e, segundo Washington, servem de refúgio para talibãs e extremistas islâmicos ligados à rede Al-Qaeda de Osama bin Laden.

str-mmg/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG