A ofensiva israelense na Faixa de Gaza matou mais um líder do Hamas neste sábado, além de outras três pessoas, informaram fontes médicas palestinas.

Um ataque aéreo na madrugada deste sábado matou Mohammad al-Jammal, 40 anos, que seria o comandante local do braço armado do Hamas, segundo fontes em Gaza.

O exército israelense afirma que al-Jammal era responsável "por toda a organização do lançamento de foguetes na Cidade de Gaza".

Além dele, duas pessoas morreram dentro de um carro na cidade de Khan Yunis, no sul da Faixa de Gaza, segundo fontes médicas. A identidade das vítimas ainda não foi revelada.

A leste de Khan Yunis, um míssil errou por pouco um automóvel onde militantes do Hamas viajavam, indicaram testemunhas.

Um segurança foi morto quando um míssil atingiu uma escola na cidade de Beit Lahiya, no norte, de acordo com fontes médicas.

O exército de Israel explicou que seu alvo era "um centro de ensino utilizado como base para o lançamento de grande número de foguetes".

bur-yad/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.