Ataque aéreo israelense mata mãe palestina e 4 filhos em Gaza

Gaza, 4 jan (EFE).- Uma mãe palestina e seus quatro filhos morreram hoje em um bombardeio aéreo da Força Aérea israelense contra a Faixa de Gaza, onde, desde ontem, 40 palestinos perderam a vida e 150 ficaram feridos, informaram fontes médicas.

EFE |

O ataque que neste domingo matou mãe e filhos aconteceu no leste da Cidade de Gaza, onde as ruas estão desertas, com dezenas de edifícios destruídos pelos bombardeios, como a sede do Parlamento.

Porta-vozes do Exército de Israel, que desde a meia-noite atacaram 15 prédios do Hamas, disseram que a morte da família está sendo investigada.

Também de ontem para hoje, as forças israelenses dividiram a Faixa de Gaza em duas partes, impedindo os deslocamentos entre os dois lados.

Aproximadamente 80 tanques, veículos blindados e escavadeiras israelenses se posicionaram no antigo assentamento judaico de Mitzarin, cerca de três quilômetros ao sul da Cidade de Gaza.

Um porta-voz das Forças Armadas de Israel disse que "dezenas" de milicianos palestinos foram atingidos em confrontos com os soldados israelenses, entre os quais há três gravemente feridos e cerca de 20 com ferimentos leves.

Até o momento, o balanço de vítimas da ofensiva israelense iniciada no último dia 27 é de cerca de 500 mortos e mais de 2,5 mil feridos. EFE sar/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG