Ataque aéreo de Israel mata 3 militantes em Gaza

FAIXA DE GAZA (Reuters) - Um ataque aéreo de Israel matou três militantes palestinos na Faixa de Gaza nesta quinta-feira, disseram médicos que trabalham no território costeiro sob controle do Hamas. Os médicos afirmaram que dois militantes foram mortos no local onde o ataque ocorreu, próximo à fronteira de Israel e Gaza, e o terceiro não resistiu aos ferimentos e morreu depois, no hospital. Um quarto militante também se feriu.

Reuters |

Um porta-voz do Exército de Israel disse que o ataque aéreo atingiu um grupo de militantes que tinha disparado um míssil antitanque na direção de uma patrulha militar no lado israelense.

Os militantes palestinos de Gaza dispararam três foguetes no sul de Israel depois do ataque aéreo, disse o Exército. Não houve nenhum ferimento ou dano informado.

O grupo militante Jihad Islâmica reivindicou a responsabilidade pelos foguetes e jurou lançar mais ataques contra Israel em vingança pela morte dos três combatentes, um dos quais era membro de seu braço militar.

Na quarta-feira, os aviões de guerra de Israel mataram um comandante da Jihad Islâmica em Gaza, e o grupo militante jurou vingança.

No final de dezembro, Israel lançou uma ofensiva de 22 dias na Faixa de Gaza, em resposta ao cada vez mais frequente lançamento de foguetes e morteiros por militantes contra o território israelense.

Enquanto o Egito tenta consolidar uma frágil trégua obtida em 18 de janeiro, os militantes continuam com ataques esporádicos, e Israel tem respondido com ataques aéreos contra túneis que seriam usado para contrabando na fronteira entre a Faixa de Gaza e o Egito.

(Reportagem de Nidal al-Mughrabi)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG