Ataque a posto policial deixa 11 mortos no Cáucaso russo

Onze pessoas, entre elas quatro policiais, morreram nesta quinta-feira em um ataque contra um posto de polícia e uma sauna no Daguestão, no Cáucaso russo, anunciou uma fonte policial.

AFP |

O ataque, perpetrado na cidade de Buinaksk, deixou "11 mortos, sendo quatro policiais e sete pessoas que trabalhavam na sauna", informou a agência Ria Novosti, citando um dirigente da polícia.

Mais cedo, um porta-voz da polícia citado pela agência Interfax explicou que os agressores fugiram depois de abrir fogo contra o posto policial e a sauna, situada perto dali.

Também nesta quinta-feira, em Makhashkala, capital da república de Daguestão, dois policiais foram feridos por um atirador isolado, e um artefato foi descoberto perto de uma via férrea, obrigando a polícia a interromper a circulação.

Como outras repúblicas do Cáucaso, como a Chechênia e a Inguchétia, o Daguestão é palco de enfrentamentos sangrentos entre forças da ordem e movimentos rebeldes, e os ataques contra policiais são quase diários.

cal/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG