Endeavour - Mundo - iG" /

Astronautas instalam equipamentos e consertam banheiro do Endeavour

Washington, 20 jul (EFE).- Dois astronautas saíram hoje do ônibus espacial Endeavour para instalar equipamentos na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), enquanto os outros que permaneceram dentro do aparelho consertaram um banheiro, que estava estragado desde domingo.

EFE |

O "Endeavour" e a ISS estão acoplados a cerca de 385 quilômetros da Terra, orbitam a 27 mil km/h e têm uma tripulação de 13 astronautas dedicados à construção da estação, um projeto de US$ 100 bilhões, com a participação de 16 países.

Os astronautas Dave Wolf e Tom Marshburn, que saíram pelo módulo "Quest" às 12h27 (horário de Brasília), ficarão separados por seis horas e meia, durante as quais instalarão uma antena, uma plataforma de armazenamento e um carrinho para o transporte de objetos sobre a viga central da estação.

Wolf ficou preso ao extremo do braço robótico da ISS, enquanto Marshburn se dirigiu para o lado direito da estação para mudar a localização de uma garra que será utilizada pelos astronautas em uma missão planejada para novembro.

Essa foi a segunda das cinco jornadas de trabalhos programadas para a missão do "Endeavour" e coincide com o 40º aniversário da chegada do homem à Lua.

Quatro décadas depois, a Nasa (agência espacial americana) explora a Lua com cápsulas e robôs e seus astronautas estão ocupados consertando um vaso sanitário no laboratório americano "Destiny", que faz parte da ISS.

Os engenheiros em terra e os astronautas brigaram para ver quem ia consertar o desagradável estrago em um dos banheiros da ISS, utilizado atualmente pelas 13 pessoas que vivem e trabalham no complexo orbital.

Há outro vaso sanitário no "Endeavour", mas a Nasa prefere limitar seu uso, já que os resíduos não podem ser jogados fora, por poluírem uma nova plataforma para experimentos instalada na ISS no sábado.

Enquanto Wolf e Marshburn permanecem fora do ônibus espacial, o piloto do "Endeavour", Doug Hurley e os especialistas da missão Julie Payette e Koichi Wakata, operarão o braço robótico da ISS.

Este trabalho é essencial, porque Wolf chegará ao carrinho de carga enquanto estiver suspenso pelo braço "Canadarm2".

Já Marshburn simplesmente flutuará, enquanto completa suas tarefas, que serão finalizadas às 18h58 (horário de Brasília).

Durante uma entrevista antes da missão, Wolf explicou que as partes que serão instaladas hoje são vitais. "Se as unidades atuais da estação espacial falhassem e estas partes não estivessem ali, a ISS perderia a possibilidade de usar um segundo sistema de comunicação", afirmou.

"Por isso, o equipamento da estação espacial com estes componentes é essencial para a vida da ISS e sua produtividade, além da retirada das naves", acrescentou.

Os Estados Unidos retirarão suas naves de serviço em 2010, assim que a maior parte da construção da ISS for completada.

Os primeiros aparelhos da operação foram lançados em 1981.

A nova antena que será instalada hoje por Wolf e Marshburn será usada em um sistema de comunicações entre o espaço e a Terra. O mecanismo de bombeamento ajudará o funcionamento do sistema de esfriamento do aparelho e o novo motor operará uma plataforma móvel sobre a viga que serve de coluna vertebral da ISS.

Wolf é um veterano dos trabalhos no espaço, mas essa foi a primeira saída de Marshburn.

Quando ambos concluírem suas tarefas separadamente, serão transferidos para a nova plataforma de experimentos no laboratório japonês "Kibo", no sábado. Lá instalarão um novo sistema de câmeras focalizadas na plataforma, de modo que os astronautas dentro da ISS possam observar os experimentos. EFE jab/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG