Astronautas iniciam 1° dos 5 dias de trabalho no Hubble

Washington, 14 mai (EFE).- Os astronautas John Grunsfeld e Andrew Feustel saíram hoje do ônibus espacial Atlantis para o primeiro dos cinco dias de consertos e melhoras no telescópio orbital Hubble, a quase 600 quilômetros da Terra.

EFE |

A Nasa (agência espacial americana) afirmou que o dia de trabalho extraveicular começou às 9h52 de Brasília, quando a nave fazia sua 43ª órbita, e concluirá, se ocorrer como o programado - quatro órbitas e seis horas e meia depois.

O Controle de Missão no Centro Espacial Johnson, em Houston (EUA), acordou os sete astronautas do "Atlantis" às 5h31 de Brasília com a música "Sticks Shifts and Safety Belts", da banda Cake, escolhida para Feustel, que estreia em trabalhos extraveiculares.

Hoje é o quarto dia dos 11 desta missão do "Atlantis", que será a última realizada por uma nave para a manutenção e consertos no Hubble, um telescópio colocado em órbita há 19 anos e que completou cerca de 100 mil órbitas na Terra.

Grunsfeld, que realizou seis destas tarefas fora da nave, e Feustel instalam uma nova câmara no Hubble, que se encontra no "Atlantis", e consertarão um aparelho de gestão de dados que transmite à Terra as imagens captadas pelo telescópio.

A Nasa tinha cancelado esta missão, que custa US$ 1,1 bilhão, em 2004, alegando os grandes riscos depois da explosão da nave "Columbia", no qual morreram sete astronautas em fevereiro de 2003.

Se tudo funcionar como foi planejado, os astronautas do "Atlantis" estenderão a vida útil do Hubble pelo menos até 2014. O telescópio proporcionou imagens do Universo sem precedentes.

O "Atlantis" partiu na segunda-feira do Centro Espacial Kennedy, no sul da Flórida, e chegou dois dias depois ao Hubble. O braço robótico da nave capturou o telescópio e o colocou em um compartimento aberto da nave, onde os astronautas farão os consertos. EFE jab/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG