Washington, 20 mar (EFE).- Os astronautas na Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) concluíram hoje o posicionamento dos novos painéis solares que duplicarão a geração de energia para o complexo.

"Não houve inconvenientes e a ruga que havia em uma região desapareceu de maneira natural", disse o controle da missão após o fim da operação, às 14h17 (pelo horário de Brasília).

Os painéis solares instalados hoje medem quase 73 metros de comprimento e, em conjunto, cobrem uma superfície equivalente a cerca de 4.050 metros quadrados.

Quando começarem a funcionar, duplicarão a capacidade de geração de eletricidade na ISS e, no total, fornecerão até 120 quilowatts, suficientes para abastecer 42 casas com energia, explicou a Nasa.

O posicionamento do sexto painel de boreste precisou ser interrompido por alguns instantes para permitir que o Sol aquecesse as peças, a fim de impedir que os materiais colassem.

A operação foi dirigida pelo astronauta John Phillips, sob a observação de outros nove tripulantes da ISS e da nave "Discovery".

A ISS é um projeto de US$ 100 bilhões com a participação de 16 nações, e a instalação dos novos painéis de energia solar permitirá que permaneçam no posto, que orbita a cerca de 385 quilômetros da Terra, até seis astronautas. EFE jab/an/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.