Assunto Irã deve ganhar destaque em cúpula de ministros do G8

Miguel Cabanillas. Trieste (Itália), 25 jun (EFE).- A Cúpula de Ministros de Assuntos Exteriores do Grupo dos Oito (G8, que reúne os sete países mais desenvolvidos do mundo e a Rússia) recebe a partir de hoje na Itália 27 delegações que tentarão acordar medidas para a estabilização de Afeganistão e Paquistão, sem esquecer a atual crise no Irã.

EFE |

A situação vivida em território iraniano após as eleições presidenciais de 12 de junho se tornou um dos principais assuntos que, mesmo fora da agenda oficial, os ministros abordarão no encontro, que começa esta noite em Trieste com um jantar e que se estenderá até o próximo sábado.

Apesar da ausência de representantes de Teerã, depois que o Governo italiano enviou um convite formal, o assunto Irã estará muito presente na reunião, preparatória para a cúpula de chefes de Estado e de Governo de julho próximo em L'Aquila.

De fato, nas horas que antecederam o começo da cúpula, o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores iraniano, Hassan Qashqavi, responsabilizou hoje a organização italiana, anfitriã como ocupante da Presidência rotativa do G8, pela decisão do Irã de não ir ao encontro ministerial.

Segundo Teerã, o Governo Silvio Berlusconi "não cumpriu" os compromissos como a realização de reuniões bilaterais prévias entre especialistas de ambas as partes.

A justificativa da ausência iraniana é diferente da oferecida na segunda-feira passada pelo chanceler italiano, Franco Frattini, que disse que considerava declinado o convite ao Irã perante a falta de resposta das autoridades de Teerã.

A presença de Teerã era vista pelo Governo da Itália como necessária para abordar o assunto da estabilização do Afeganistão e do Paquistão, países fronteiriços com território iraniano. Porém, a crise gerada após se saber dos resultados oficiais das passadas eleições fez com que o Irã assumisse o posto de protagonista.

Nas horas anteriores ao começo da cúpula, Frattini confirmou a presença do Irã entre os assuntos da reunião, já que, segundo ele, se pretende adotar uma posição comum perante a crise que o país atravessa.

E tudo isso em um momento em que, com pelo menos 20 mortos, os protestos no Irã pelos resultados das eleições presidenciais atraem a atenção da comunidade internacional.

Além da crise iraniana, a agenda do grupo de ministros está totalmente centrada em solucionar a instabilidade em Paquistão e Afeganistão, com a única exceção da primeira sessão de trabalho de amanhã, que não tem conteúdo definido.

Temas como a ameaça terrorista, mas também o desenvolvimento econômico e a imigração no Afeganistão e no Paquistão centrarão as discussões de delegações que abordarão, além disso, a não-proliferação de armas nucleares e a pirataria.

Na agenda da cúpula está incluída também uma coletiva de imprensa na sexta-feira do chamado Quarteto para o Oriente Médio, formado por União Europeia (UE), Nações Unidas, Rússia e Estados Unidos.

Os EUA serão responsáveis por uma das grandes ausências da reunião, a de sua secretária de Estado, Hillary Clinton, que não irá por estar se recuperando da operação no cotovelo pela qual passou.

"Lamento que minha colega Hillary tenha fraturado o cotovelo, é de verdade lamentável. Nós trabalharemos de todos os modos com os EUA, que obviamente estará bem representado em nível político", comentou Frattini, em referência ao subsecretário de Estado, William Burns.

O chanceler italiano explicou hoje que está previsto, além disso, um encontro entre representantes do Quarteto para o Oriente Médio e países da Liga Árabe presentes na cúpula, entre eles Arábia Saudita e Egito, para abordar a contribuição com um plano para os territórios palestinos.

Pela UE, irão ao G8 de Trieste seu alto representante para a Política Externa e de Segurança, o espanhol Javier Solana, e a comissária de Relações Exteriores, a austríaca Benita Ferrero-Waldner, enquanto a delegação da ONU é liderada pelo secretário-geral, Ban Ki-moon. EFE mcs/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG