Associações dizem que há 120 índios sequestrados pelas Farc

Bogotá, 11 fev (EFE).- Duas associações afirmaram hoje que são 120 os índios do sudoeste colombiano sequestrados na semana passada por supostos integrantes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), que assassinaram pelo menos oito deles.

EFE |

A Organização Nacional Indígena da Colômbia (Onic) e a Unidade Indígena do Povo Awa (Unipa) relataram, em nota conjunta divulgado em Pasto, capital do Departamento de Nariño, detalhes do assassinato de oito awas e do desaparecimento de outros nove.

Segundo elas, o sequestro em massa aconteceu no dia 4 na reserva indígena de Tortugaña Telembí, nas montanhas selvagens da localidade de Barbacoas, e a atribuíram a "homens armados com distintivos das Farc".

Os indígenas "foram levados amarrados a uma área denominada El Hojal, na comunidade indígena El Bravo", acrescentou o comunicado, indicando que testemunhas viram os sequestradores matarem "algumas pessoas com armas brancas". EFE jgh/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG