Associações de homossexuais italianos se manifestam contra o Vaticano

Entre 200 e 300 pessoas se manifestaram neste sábado na praça de São Pedro de Roma para protestar contra a decisão do Vaticano de não apoiar na ONU a proposta da França em favor da descriminalização universal da homossexualidade.

AFP |

Alguns manifestantes carregavam uma vela e outros colocaram uma corda no pescoço com o nó de forca para simbolizar a posição da Santa Sé.

Os militantes se concentraram na praça romana a pedido das associações italianas de defesa das comunidades homossexuais, como a Arcigay, Arcilesbica e Rosa Arcobaleno.

Os manifestantes criticam "a má opção que o Vaticano como Estado toma ao continuar considerando a homossexualidade um delito", assinalou Aurelio Mancuso, presidente da Arcigay, recordando que a condição é ainda castigada com a pena de morte em nove países.

O Vaticano - que milita permanentemente contra a pena de morte - se nega a apoiar a propota francesa porque considera um ponto que pode ser favorável para os partidários das uniões matrimoniais homossexuais.

O projeto francês de "Declaração sobre a Orientação Sexual e a Identidade de Gênero" anunciado em maiio pela secretaria de Direitos Humanos, é apadrinhado pela ONU e por vários países como Brsil, Argentina, Holanda, Japão, Noruega, Croácia, Ucrânia, Nova Zelândia e Gabão.

jflm/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG