Assistente de candidato às presidenciais afegãs morre baleado

Cabul, 28 jul (EFE).- Um membro da equipe de campanha do candidato às eleições presidenciais Abdullah Abdullah morreu hoje em um ataque cometido por homens armados no leste do Afeganistão, informou à Agência Efe um dos porta-vozes do político.

EFE |

O chefe da campanha eleitoral de Abdullah, Ali Murad, disse que um grupo de homens desconhecidos abriu fogo na província de Laghman contra uma manifestação de apoio ao candidato às eleições de 20 de agosto.

Um membro da equipe eleitoral na província morreu e outros dois civis ficaram feridos por causa dos disparos, segundo Murad.

Por enquanto, ninguém reivindicou a autoria do ataque, que está sendo investigado.

Há dois dias, o candidato à Vice-Presidência afegã Mohammed Qasim Fahim, que concorre ao pleito através do presidente, Hamid Karzai, saiu ileso de um ataque insurgente contra seu comboio, no norte do país.

O ex-titular de Exteriores Abdullah Abdullah e o ex-ministro das Finanças Ashraf Ghani são os principais oponentes de Karzai nas eleições de 20 de agosto, das quais participarão cerca de 40 aspirantes a assumir a Chefia do Estado.

Os três favoritos foram convidados a um debate televisivo na sexta-feira passada, que finalmente se transformou em um frente a frente entre Abdullah e Ghani, já que Karzai decidiu não participar, alegando que não tinha tido tempo para preparar o debate. EFE nh-amp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG