Assessor de Obama pede aprovação rápida de plano econômico

Um importante assessor do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez um apelo para que as duas casas do Congresso americano trabalhem rapidamente para criar um pacote de estímulo econômico conjunto, que pode chegar a US$ 900 bilhões. O presidente sente que.

BBC Brasil |

.. nós precisamos de um grande programa aprovado rapidamente que vai criar três a quatro milhões de empregos", afirmou o presidente do conselho nacional econômico, Larry Summers, à rede de televisão ABC.

Obama afirma que seu plano é "absolutamente necessário" para reanimar a economia americana.

Neste sábado, o Senado americano discutiu uma versão reduzida do plano original de US$ 900 bilhões e deve levar o projeto a votação no início da semana que vem.

Se o Senado aprovar sua versão do projeto, ele precisa ser integrado à versão já aprovada pela Câmara dos Representantes, antes que as duas casas votem na versão resultante para enviá-la então ao presidente Obama para promulgá-la.

Na entrevista concedida ao programa 'This Week', da ABC, Summers disse que "o mais importante é que as pessoas se unam e criem os três a quatro milhões de empregos".

"Existe afinidade em 90%. Temos de chegar a um consenso nos últimos 10%."
"Certamente existem boas idéias nas duas versões e temos de nos basear nestas idéias para criar um veículo final."
As medidas da Câmara e do Senado são muito parecidas, mas existem algumas diferenças em relação a como estender o programa de assistência médica federal Medicaid e a certas questões fiscais.

Legisladores americanos vão ter de sintetizar o melhor dos dois projetos e ter uma versão final pronta para o presidente assinar no dia 16 de fevereiro.

"Existem aspectos em que os dois projetos podem ser melhorados", afirmou Summers.

Novos dados sobre desemprego divulgados na última sexta-feira mostram que quase 600 mil postos de trabalho foram fechados em janeiro, elevando a taxa de desemprego nos Estados Unidos para 7,6%, a maior dos últimos 17 anos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG