Assessor de Obama para o meio ambiente renuncia

Van Jones, o assessor especial do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, renunciou ao cargo sob a pressão de líderes do Partido Republicano e as revelações de que suspeitava da participação de membros do governo do ex-presidente George W. Bush nos atentados de 11 de setembro.

AFP |

Jones, um ativista dos direitos civis da Califórnia, trabalhava para o Conselho de Qualidade do Meio Ambiente da Casa Branca desde março.

"Eu estou renunciando a meu posto, com efeito a partir de hoje", afirma uma nota com data de 5 de setembro, mas divulgada apenas neste domingo, segundo o jornal Washington Post.

Jones destacou que nas batalhas históricas pelo sistema de saúde e a energia limpa, "opositores das reformas montaram uma campanha de boatos" contra ele.

"Eles estão usados mentiras e distorções para distrair e dividir. Mas eu vim aqui para combater por outros, não por mim. Eu não posso, em sã consciência, pedir a meus colegas que gastem um tempo e energia preciosos para defender ou explicar meu passado. Nós precisamos de todos a bordo, lutando pelo futuro", afirma o comunicado.

Jones passou a ganhar a atenção do público na semana passada, quando foi revelado que ele assinou uma petição que questionava se integrantes do governo Bush "teriam deliberadamente permitido o 11/9, talvez como pretexto para a guerra", lembra o Post.

Também foi revelado que Jones usou palavras grosseiras para descrever os republicanos em um discurso feito antes de trabalhar para o governo.

Com isto, vários republicanos famosos abriram processos contra Jones e passaram a exigir a saída dele do governo.

mk/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG