Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Assessor de ministro israelense é baleado em Gaza

Jerusalém, 4 abr (EFE).- Um assessor do ministro de Segurança Interior israelense, Avi Dichter, foi ferido hoje na virilha pelos disparos de um franco-atirador palestino da Faixa de Gaza, informou a imprensa local.

EFE |

O assistente do ministro, identificado como Mati Gil, acompanhava Dichter em uma visita a um posto de observação ao norte da Faixa de Gaza quando foi atingido pelos tiros.

Após o fato, no qual o ministro escapou ileso, Gil foi levado ao hospital Barzilai da cidade israelense de Ashkelon, onde se recupera dos ferimentos, indicaram fontes médicas.

Dichter visitava a área próxima à fronteira de Gaza junto a seu assessor e um grupo de 15 pessoas, membros de uma delegação do Comitê Canadá-Israel, que queriam conhecer as condições de vida das famílias israelenses junto à faixa palestina.

A rádio do Exército israelense anunciou que o local onde ocorreu o ataque foi declarado "sob ameaça", e "possível alvo" das milícias palestinas de Gaza, e as visitas à área foram proibidas.

Esta é a segunda ocasião nos últimos meses em que um assessor de Dichter é ferido em ataque palestino junto à fronteira de Gaza.

No final de fevereiro, uma guarda-costas do ministro sofreu ferimentos leves devido ao impacto de um foguete disparado da faixa contra Sderot, a apenas dois quilômetros de Gaza.

Várias facções armadas assumiram a autoria do ataque de hoje, entre elas milícias ligadas ao grupo islâmico Hamas, um movimento relacionado ao Fatah e duas guerrilhas radicais desconhecidas e ligadas à Al Qaeda, denominadas Exército da Nação e Defensores de Al-Aqsa, segundo a imprensa local. EFE db/ev/db

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG