Autoridade britânica admitiu 'descartar papéis' em latas de lixo, mas negou se tratar de 'material sensível'

Oliver Letwin, em foto de 2010
AP
Oliver Letwin, em foto de 2010
Um assessor do primeiro-ministro britânico, David Cameron, tornou-se alvo de uma investigação após ter sido flagrado jogando documentos oficiais em uma lata de lixo de um parque de Londres, informou nesta sexta-feira a imprensa local.

Oliver Letwin, que integra o gabinete de Cameron e trabalha com estratégia governamental, foi flagrado pelo tabloide Daily Mirror jogando os documentos no lixo.

De acordo com o jornal, Letwin foi visto jogando cartas e outros papéis – alguns com informações sobre segurança nacional – no lixo do parque St. James em pelo menos cinco ocasiões.

O parque fica em local próximo a Downing Street, residência e escritório do premiê.

Um porta-voz de Letwin admitiu que ele costuma descartar papéis na rua, mas negou se tratar de material “sensível”.

“Letwin costuma se ocupar de sua correspondência parlamentar e com o eleitorado no parque e às vezes joga esses papéis fora”, afirmou, acrescentando que a autoridade abandonará o hábito.

O gabinete de Cameron investiga se documentos sensíveis estavam entre os descartados por Letwin.

Além disso, o Escritório de Informações do Comissariado investiga se a autoridade violou regras de proteção de dados ao jogar fora as supostas cartas do eleitorado, que poderiam ter nomes e endereços de cidadãos comuns.

“Manter dados pessoais em segurança é um princípio fundamental e qualquer violação será encarada com muita seriedade”, afirmou o escritório, em comunicado.

Com AP e EFE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.