Assembleia Geral da ONU vai se reunir para tratar sobre crise de Honduras

Nações Unidas, 28 jun (EFE).- O presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, o nicaraguense Miguel DDecoto, convocou para esta segunda-feira uma sessão plenária para abordar a situação de crise vivida por Honduras, após a deposição de seu presidente, Manuel Zelaya, informou um porta-voz desse órgão.

EFE |

D'Decoto, segundo um comunicado da Presidência da Assembleia, convocou os 192 países das ONU para tratar da situação de crise política que vive Honduras após a deposição e saída do país de Zelaya.

Anteriormente, o presidente da Assembleia condenou "a categórica ação criminosa do Exército golpista de Honduras" e reivindicou "solidariedade com o presidente constitucional de Honduras".

O ex-chanceler nicaraguense assinalou que a "única solução" para a atual crise passa pela "restituição imediata de Zelaya ao cargo e às funções que a soberania popular outorgaram a este através das urnas e que nenhuma outra alternativa será aceitável pela comunidade internacional". EFE emm/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG