Assembleia de N.York aprova lei para união entre homossexuais

Nova York, 12 mai (EFE).- A Assembleia de Nova York aprovou nesta terça-feira um projeto de lei que permite o casamento entre homossexuais.

EFE |

A Assembleia, que tem sua sede na capital do estado, Albany, aprovou o projeto de lei por 89 votos a favor e 52 contra.

A medida terá agora de ser aprovada pelo Senado, onde espera-se que encontre uma maior oposição.

O Partido Democrata possui agora 32 senadores em Nova York, contra 30 do Republicano, mas ainda não está claro que a maioria apoiará um projeto como este.

Esta é a segunda ocasião em dois anos que a Câmara Baixa nova-iorquina aprova um projeto de lei nesse sentido, e desta vez contou ainda com o voto a favor de cinco republicanos.

O governador de Nova York, David Paterson, apresentou no dia 16 de abril um projeto para legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo e equiparar seus direitos aos das uniões entre heterossexuais.

O projeto recebeu o apoio do prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, e o de diversos funcionários eleitos e ativistas da comunidade gay.

Com esta votação, Nova York dá mais um passo para se juntar a Massachusetts, Connecticut, Maine, Vermont e Iowa, onde os tribunais ou o legislativo já aprovaram a legalização dos casamentos entre homossexuais.

O estado de New Hampshire também já aprovou uma lei legalizando a união entre homossexuais, mas espera que seu governador o ratifique, enquanto em Nova Jersey há uma proposta do deputado Reed Gusciora nesse sentido.

Já a Califórnia aprovou os casamentos entre pessoas do mesmo sexo, mas a legislação foi rejeitada no ano passado em plebiscito.

EFE emm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG