Moscou, 3 jul (EFE).- A Assembléia Parlamentar da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) elegeu hoje o português João Soares como novo presidente, antes de terminar sua 17ª sessão, realizada em Astana, capital do Cazaquistão.

Soares, até agora vice-presidente da OSCE, substitui no cargo o presidente interino e ministro de Exteriores finlandês, Alexander Stubb.

Para o cargo de vice-presidente da Assembléia foi eleita a dinamarquesa Pia Christmas-Moeller, que ficará até 2011 no posto.

Também foi eleito vice-presidente e por um período de três anos o líder do Senado cazaque, Kassym-Jomart Tokayev, segundo informou a agência russa "Interfax".

Na entrevista coletiva final, Soares declarou que a Assembléia da OSCE se propõe a ampliar a região de seus interesses e a geografia de suas atividades e, em particular, estendê-la ao continente americano.

"Queremos aperfeiçoar nosso trabalho e ampliar a atividade não só ao leste de Viena, mas também ao oeste de Viena. Em outras palavras, observaremos as eleições não só nos Bálcãs, mas também nos Estados Unidos", ressaltou.

Ele acrescentou que os objetivos de sua Presidência são "melhorar o trabalho da Assembléia da OSCE e manter a fidelidade aos princípios de diálogo e justiça".

Antes de encerrar a sessão, a Assembléia aprovou várias declarações, em uma das quais pediu aos países-membros da OSCE uma maior ajuda militar e humanitária ao Afeganistão para fortalecer a segurança e a estabilidade na nação, erguer sua economia e preparar as eleições presidenciais e legislativas afegãs de 2009 e 2010.

Além disso, a Assembléia pediu à Rússia a se abster de ações que questionem a soberania da Geórgia sobre as regiões separatistas da Abkházia e Ossétia do Sul, e criticou a ajuda política, econômica e militar de Moscou a esses regimes separatistas. EFE si/rb/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.