O homem que assassinou dez pessoas terça-feira no Alabama, no sul dos Estados Unidos, tinha uma lista de pessoas com as quais tinha desavenças, informaram fontes oficiais nesta quarta-feira.

O procurador do condado de Coffe, Gary McCaliley, disse que a polícia encontrou a lista na casa do assassino Michael McLendon, 28 anos, que se matou após os crimes.

"Acreditamos que ele queria matar algumas pessoas da fábrica Reliable Metal Products (onde trabalhou e se suicidou)", disse McAliley à rádio WKRG.

mlm/yw/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.