A ONG de defesa dos direitos humanos Memorial decidiu suspender suas atividades na Chechênia após o assassinato na quarta-feira de sua colaboradora Natalia Estemirova, declarou neste sábado à AFP um dos responsáveis da organização, Alexander Cherkasov.

"Este assassinato mostrou que o trabalho na Chechênia é fatalmente perigoso e não podemos colocar em risco a vida de nossos colegas apesar de eles estarem dispostos a continuar trabalhando", declarou Tcherkassov.

"Suspendemos as atividades de nosso escritório na Chechênia", continuou, sem dizer por quanto tempo.

neo/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.