Riad, 23 jan (EFE).- A Arábia Saudita afirmou hoje que resgatou os corpos de 20 soldados na zona fronteiriça com o Iêmen, e que seis ainda permanecem desaparecidos, informou o subsecretário de Defesa saudita, o príncipe Khaled bin Sultan.

Em declarações à imprensa local, Sultan explicou que a descoberta dos corpos aconteceu ao se desocupar militarmente os cenários das batalhas travadas nos últimos meses contra os rebeldes xiitas do Iêmen, que entraram em território saudita várias vezes desde novembro do ano passado.

Além disso, o funcionário saudita acusou os rebeldes "de terem se abastecido com armas e se preparado para a guerra durante anos".

Há dois dias, o Governo saudita afirmou que 113 soldados de seu país morreram desde que, em 5 de novembro, começaram as hostilidades com os rebeldes iemenitas na zona fronteiriça entre a Arábia Saudita e o Iêmen.

Com os corpos encontrados hoje, o número de soldados sauditas mortos ficaria em 133. EFE ms/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.