As sandálias de Pol Pot, o ex-chefe dos Kmher Vermelho que, em seus quatro anos no poder (1975-1979), mataram mais de dois milhões de pessoas, serão leiloadas, anunciou nesta segunda-feira um ex-fotógrafo do regime ultracomunista.

Nhem En, que fez várias fotos de presos no centro de tortura de Tuol Sleng (S-21) e nas cerimônis oficiais do regime khmer, disse que o lance oficial será de 500.000 dólares.

Além das sandálias, serão leiloadas duas câmeras com que En fotografou Pol Pot e outros dirigentes do regime.

Nhem En, atual vice-governador do distrito de Anlong Veng (noroeste), disse que precisa de dinheiro para construir um museu destinado às fotos e objetos do regime khmer.

O leilão acontece à margem do julgamento realizado no Camboja contra os ex-colaboradores de Pol Pot, que morreu em 1998.

suy/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.